Câmara suspende pagamento de Donadon

Presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) informou que a Mesa Diretora decidiu suspender o subsídio mensal do deputado Natan Donadon (PMDB-RO), assim como sua cota parlamentar e a verba para manutenção de gabinete; foram exonerados todos os integrantes do gabinete de Donadon, que está preso no Complexo Penitenciário da Papuda; Donadon foi condenado no STF a mais de 13 anos de prisão, pelos crimes de peculato e formação de quadrilha

Câmara suspende pagamento de Donadon
Câmara suspende pagamento de Donadon (Foto: RODOLFO STUCKERT )

Da Agência Câmara - O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, informou há pouco que a Mesa Diretora decidiu suspender o subsídio mensal do deputado Natan Donadon (PMDB-RO), a cota parlamentar a que ele teria direito, assim como a verba para manutenção de gabinete. Também decidiu exonerar todos os integrantes do gabinete de Donadon, que está preso no Complexo Penitenciário da Papuda. A decisão vale até que se chegue a uma conclusão do processo por perda de mandato parlamentar, o que depende de votação do Plenário.

Natan Donadon foi condenado no Supremo Tribunal Federal (STF), em 2010, a mais de 13 anos de prisão, pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. A condenação pela suprema corte não cassa automaticamente o mandato parlamentar.

No final de junho, o PMDB expulsou o deputado dos quadros do partido. A Câmara ainda não foi notificada formalmente sobre a decisão.

O parlamentar foi notificado sobre a processo de perda de mandato no dia 1º deste mês, tanto por meio do Diário Oficial da União quanto pessoalmente, por meio dos assessores da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. O prazo para apresentar a sua defesa termina nesta quarta-feira (10), mas, até agora, nem o parlamentar nem seus advogados se pronunciaram.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247