Carvalho acusa Prefeitura de SP de vazar dados sobre Palocci

O ministro petista diz que houve quebra do sigilo tributrio nas denncias contra seu colega da Casa Civil

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, acusou hoje a Prefeitura de São Paulo de ter vazado dados referentes à empresa de consultoria Projeto, de propriedade do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci. Para Carvalho, houve quebra de sigilo tributário no episódio envolvendo Palocci.

"Temos informações de que dados do Imposto sobre Serviço (ISS) da empresa de Palocci foram obtidos na Secretaria de Finanças da Prefeitura de São Paulo", afirmou o ministro. Carvalho fez uma analogia entre a situação atual e a da campanha eleitoral do ano passado, quando amigos e parentes do então candidato do PSDB à Presidência, José Serra, tiveram o sigilo fiscal quebrado.

À época, surgiram denúncias de que arapongas contratados pela campanha de Dilma Rousseff (PT) teriam montado um dossiê contra Serra. "Em 2010 houve a quebra de sigilo dos dados de familiares de Serra e o foco do noticiário foi a quebra de sigilo em si, e não o conteúdo", disse Carvalho. "Agora, a situação é inversa: é tudo para o conteúdo e nada para a quebra de sigilo".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email