Celso Amorim fala sobre eventual novo governo Lula em reunião com embaixadores

Ex-chanceler destaca a importância de manter entendimentos entre líderes que pensam diferente

www.brasil247.com - Ex-ministro Celso Amorim
Ex-ministro Celso Amorim (Foto: Brasil 247)


247 - O ex-chanceler Celso Amorim, um dos principais conselheiros do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para assuntos externos, se reuniu nesta quinta-feira (22) com cerca de 20 embaixadores da América Latina e Caribe para tratar de temas da política externa em um eventual novo governo do petista.

O encontro foi realizado em Brasília, na casa da embaixadora de Barbados, Tonika Sealy Thompson. Infraestrutura, comércio e integração entre os países foram alguns dos assuntos discutidos pelos diplomatas, que integram o Grupo de Países da América Latina e Caribe (Grulac). Foi deles que partiu o convite para Amorim.

"É importante conversar com os latino-americanos para saber quais são as reivindicações, os anseios e até para formar a própria cabeça", afirma o ex-chanceler à coluna da jornalista Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Estiveram presentes embaixadores de países como Argentina, México, Uruguai, Equador, Paraguai, Colômbia, Bolívia e Haiti. 

O ex-chanceler destaca a importância de manter entendimentos entre líderes que pensam diferente. Como prova do entrosamento entre aqueles que pensam diferente, Amorim lembra que o título de seu mais novo livro, "Laços de Confiança: O Brasil na América do Sul" (editora Benvirá), nasceu a partir de uma reunião com o ex-presidente da Colômbia Álvaro Uribe, que é de direita.

A reunião com Celso Amorim desta quinta sucede um encontro do ex-presidente Lula com o chefe da embaixada dos Estados Unidos no Brasil, o encarregado de negócios Douglas Koneff, ocorrido na quarta-feira (21).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email