Chalita avança mais nas alianças do que Haddad

Os dois candidatos selaram pacto de no agresso e, ao que tudo indica, um deles ser o adversrio de Jos Serra nas eleies municipais em So Paulo; at agora, o peemedebista tem demonstrado maior habilidade na construo de alianas do que o nome do PT; coalizo pode ir do PC do B ao DEM

Chalita avança mais nas alianças do que Haddad
Chalita avança mais nas alianças do que Haddad (Foto: Edição/247)

247 – Na noite da última quinta-feira, um Bar Brahma lotado, na esquina entre as Avenidas Ipiranga e São João Paulo, parou para celebrar o aniversário de 43 anos de Gabriel Chalita, candidato do PMDB à prefeitura de São Paulo.

Mais do que a música de Jair Rodrigues, o que chamava a atenção na festa era a presença de alguns convidados ilustres. E isso indica que, até agora, Chalita tem demonstrado uma capacidade maior de aglutinar aliados e promover alianças do que o candidato do PT, Fernando Haddad.

Do PT, estiveram presentes Edinho Silva, presidente do partido em São Paulo, e o deputado Cândido Vaccarezza. “São meus amigos e, no segundo turno, eles estarão conosco, ou nós com eles”, afirmou Chalita. Isso explica o pacto de não agressão entre os dois candidatos da base aliada – o mais provável é que um dos dois seja o adversário do tucano José Serra no segundo turno. “Você é amado pelos petistas”, declarou Edinho Silva.

Chalita, de fato, tem demonstrado maior desenvoltura do que Haddad. Estavam ali, na sua festa, três nomes de peso do PC do B: Jamil Murad, o pré-candidato Netinho de Paula e o ex-ministro Orlando Silva, que é candidato a vereador. Hoje, o PC do B tende mais para uma aliança com o PMDB do que com o PT, uma vez que se julga injustiçado pelo tratamento recebido pelos petistas na crise do Ministério dos Esportes.

Outro partido que se aproxima muito de Chalita em São Paulo é o DEM, que pode emplacar o presidente do diretório municipal, Alexandre de Moraes, como vice. Para que essa aliança ocorra, o PMDB negocia a saída do radialista Mário Kertesz do páreo em Salvador e o apoio à candidatura de ACM Neto, uma das principais apostas do DEM nas eleições municipais. E o grande articulador de tudo isso tem sido o vice-presidente Michel Temer, que também marcou presença no aniversário de Chalita.

No PT, Haddad tenta conquistar votos e adesões à sua campanha, mas muitos já falam em Chalita como o plano B do partido.

 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247