Poder

Cid Gomes assume PDT do Ceará em crise, enquanto Ciro, contrariado, é visto em estação de esqui em Bariloche

Ciro Gomes é radicalmente contra a estratégia de aproximação com PSD, PP, PSB e o próprio PT

Ciro (à esq.) e Cid Gomes (Foto: Adriano Machado - Reuters / Agência Senado)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O senador Cid Gomes e o deputado federal André Figueiredo, presidente nacional em exercício do PDT, chegaram a um acordo para encerrar as disputas pelo comando do partido no Ceará, local de origem política do clã Ferreira Gomes, informou a coluna do Estadão. 

Pelo acordo, Figueiredo se licencia da presidência estadual até dezembro, enquanto Cid assume o cargo com o objetivo de estabelecer alianças para as eleições municipais de 2024. O ex-governador Ciro Gomes, irmão de Cid, defendeu a permanência de Figueiredo no cargo.  

As divergências entre Cid e Ciro se intensificaram durante as eleições de 2022, quando a aliança entre PT e PDT foi desfeita no estado pela primeira vez em 16 anos. Agora Cid pretende aproximar o PDT de um arco de alianças que inclui partidos como PSD, PP, PSB e o próprio PT de Elmano de Freitas de olho nas eleições municipais de 2024.

Enquanto isso, Ciro foi visto nesta semana em uma estação de esqui em Bariloche, Argentina, informou a Folha de S. Paulo. Ele é radicalmente contra a aproximação e prega independência do partido no estado. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO