Cidadãos comuns

Filhos de Lula, como Fbio Lus da Silva, o Lulinha, podem ser obrigados a devolver os passaportes especiais



O Ministério Público Federal no Distrito Federal encaminhou na última quarta-feira solicitação ao ministro das Relações Exteriores, Antônio de Aguiar Patriota, pedindo informações sobre os sete passaportes diplomáticos concedidos irregularmente a familiares do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A solicitação é para saber se os passaportes concedidos aos quatro filhos e aos três netos do ex-presidente, em 22 e 29 de dezembro do ano passado, foram devolvidos ou recolhidos. Segundo o MPF, o Itamaraty tem um prazo de 30 dias para entregar os passaportes. Caso o procedimento não seja adotado, a procuradoria poderá ajuizar uma ação civil pública pedindo a anulação dos documentos.

A consulta é resultado da análise feita pelo MPF acerca da regularidade dos 328 passaportes emitidos pelo Ministério das Relações Exteriores, entre 2006 e 2010, em caráter excepcional, em razão do interesse do País. Desse total, apenas os sete passaportes concedidos aos parentes de Lula foram considerados irregulares, por não apresentarem justificativas pertinentes.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247