Ciro Gomes não consegue alianças e anuncia Ana Paula Matos, do PDT, como vice

Nome de Ana Paula para compor a chapa 'puro-sangue' foi definido nesta sexta-feira (5), último dia para a realização das convenções partidárias

www.brasil247.com - Ciro Gomes e Ana Paula Matos
Ciro Gomes e Ana Paula Matos (Foto: Reprodução/Instagram)


247 - O presidenciável Ciro Gomes (PDT) escolheu a correligionária e vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, como sua vice na disputa pela Presidência da República. O nome de Ana Paula para compor a chapa foi definido nesta sexta-feira (5), último dia para a realização das convenções partidárias. 

De acordo com o jornal O Globo, a indicação de Ana Paula era defendida por uma ala do partido por ser a única mulher negra cotada para a vaga, além de representar a possibilidade de abertura de um canal de diálogo com o ex-governador ACM Neto (União Brasil). ACM Neto foi um dos principais cabos eleitorais da chapa que elegeu Bruno Reis - tendo Ana Paula como vice, para a Prefeitura de Salvador e cabeça da chapa formada com Ana Paula.

Esta é a terceira vez que Ciro Gomes disputa a Presidência da República por meio de uma chapa puro sangue, formada apenas por membros do próprio partido. A opção por uma chapa própria do PDT resultou da falta de apoio de outros partidos para integrarem uma candidatura encabeçada pelo ex-ministro. 

Em 2018, Ciro também teve uma mulher como sua vice. Na ocasião, a escolhida foi a senadora Kátia Abreu (PP-TO), que na época integrava o PDT. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:  

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247