Ciro vai seguir decisão do PDT, que negocia apoio a Lula

Apesar das agressões ao ex-presidente Lula, Ciro Gomes considerou necessária a unificação do PDT

www.brasil247.com - Ciro Gomes e Luiz Inácio Lula da Silva
Ciro Gomes e Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Reprodução | Ricardo Stuckert)


247 - O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) vai seguir a posição do seu partido sobre quem apoiar no segundo turno entre os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do pedetista, segundo reportagem publicada nesta segunda-feira (3) pelo jornal O Globo

Apesar das agressões ao ex-presidente Lula, Ciro considerou necessário a unificação do PDT, que saiu enfraquecido da eleição. A legenda perdeu duas cadeiras na Câmara Federal, saindo de 19 para 17 deputados. Também não elegeu candidato algum para governos estaduais.

Ciro ficou em quarto lugar na disputa ao Palácio do Planalto, com apenas 3% dos votos. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247