CNT/MDA: reprovação ao governo Bolsonaro aumenta quase 13 pontos percentuais

Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta segunda-feira (5), apontou que a desaprovação ao governo Jair Bolsonaro passou de 35,5% em fevereiro para 48,2% em julho

www.brasil247.com -
(Foto: Mídia NINJA)


247 - Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta segunda-feira (5), apontou que a desaprovação do governo Jair Bolsonaro aumentou 12,7 pontos percentuais, ao passar de 35,5% (10,4% de ruim e 25,1% de péssimo) em fevereiro para 48,2% (11,9% de ruim e 36,3% de péssimo) em julho.

De acordo com o levantamento, o percentual dos que acham a gestão regular caiu de 30,2% para 22,7%.

Os dados mostraram que a aprovação caiu de 32,9% (10,6% de ótimo e 22,3% de bom) para 27,7% (10,8% de ótimo e 16,9% de bom). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A soma dos que não souberam ou não responderam continuou estável (1,4%).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 cidades de 25 estados. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lula dispara na liderança   

De acordo com as estatísticas, excluindo os que não souberam ou não responderam, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dispara na liderança da corrida presidencial, com 49% dos votos. São mais de 15 pontos percentuais à frente de Bolsonaro (32%).

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email