Collor dá o tom na CPI

Ex-presidente reencontra na comisso parlamentar um palco para voltar brilhar; oratria apurada e incisiva j dita os rumos da comisso; ele foi o primeiro a pedir a convocao de Roberto Gurgel e a insinuar uma ligao espria entre a imprensa e a quadrilha de Carlos Cachoeira

Collor dá o tom na CPI
Collor dá o tom na CPI (Foto: Jose Cruz/Agencia Senado)

247 – Na primeira sessão da CPMI do Cachoeira, o parlamentar que mais se destaca é o ex-presidente da República, Fernando Collor de Mello. Ele acaba de insistir para que os parlamentares convoquem o procurador-geral da República, Roberto Gurgel. “Não há nada na Constituição que impeça”, disse ele. “Ele precisa explicar por que recebeu informações contra o senador Demóstenes Torres em 2009 e não tomou nenhuma providência”. Collor contou com o apoio do deputado Carlos Sampaio (PSDB/SP), que é procurador e também defende a convocação de Gurgel.

Nesta manhã, o presidente da CPI, senador Vital do Rego (PMDB/PB), e o relator, deputado Odair Cunha (PT/MG), convidaram o procurador Gurgel a comparecer espontaneamente – o convite foi recusado e ele só irá se for convocado.

Collor, ex-jornalista, foi também o primeiro a levantar a questão das relações entre a quadrilha de Carlos Cachoeira e a imprensa. “Nunca vi um diretor de uma revista semanal coabitando durante tanto tempo com um criminoso”, disse o ex-presidente da República.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247