Collor volta a pedir Gurgel e Policarpo na CPI

Em sua intervenção na CPI do Cachoeira, senador critica conduta do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, na Operação Vegas e diz que os dois procuradores que depõem nesta terça entregaram a repórteres da Veja os inquéritos das operações Vegas e Monte Carlo; os procuradores negaram

Collor volta a pedir Gurgel e Policarpo na CPI
Collor volta a pedir Gurgel e Policarpo na CPI (Foto: Alexandra Martins/Agência Câmara)

Agência Senado - O senador Fernando Collor (PTB-AL) voltou a questionar, em reunião que acontece neste momento, a atuação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel. De acordo com o senador, Gurgel demorou cerca de dois anos para adotar qualquer iniciativa em relação à operação Vegas, da Polícia Federal. Essa operação investigou as atividades ilícitas de Carlinhos Cachoeira.

Collor declarou que Gurgel "faltou com a verdade ao dizer que agiu de acordo com a lei ao não tomar providências".

O senador também afirma que os procuradores Daniel Rezende Salgado e Léa Batista de Oliveira, que depõem neste momento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista do Cachoeira, entregaram a repórteres da revista Veja, em março deste ano, os inquéritos das operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal. Os procuradores, no entanto, negaram o encontro.

Para o senador, tanto Roberto Gurgel quanto o jornalista Policarpo Júnior, de Veja, deveriam depor na CPI.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247