Com apê em Paris, segundo ex-amante, FHC diz que Lula é 'político preso'

Com um apartamento em Paris, segundo sua ex-amante, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso voltou a dar declarações polêmicas numa entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo; ele faz várias afirmações sobre a cena política; diz que Alckmin é um “corredor de maratona”, não um velocista, que Joaquim Barbosa foi um juiz competente (mas que isso não o qualifica necessariamente para ser presidente) e desconversa quando a pergunta é sobre Aécio Neves; numa das respostas ao jornal, ele ainda afirma: "Lula não e um preso político, é um político preso"

Com um apartamento em Paris, segundo sua ex-amante, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso voltou a dar declarações polêmicas numa entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo; ele faz várias afirmações sobre a cena política; diz que Alckmin é um “corredor de maratona”, não um velocista, que Joaquim Barbosa foi um juiz competente (mas que isso não o qualifica necessariamente para ser presidente) e desconversa quando a pergunta é sobre Aécio Neves; numa das respostas ao jornal, ele ainda afirma: "Lula não e um preso político, é um político preso"
Com um apartamento em Paris, segundo sua ex-amante, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso voltou a dar declarações polêmicas numa entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo; ele faz várias afirmações sobre a cena política; diz que Alckmin é um “corredor de maratona”, não um velocista, que Joaquim Barbosa foi um juiz competente (mas que isso não o qualifica necessariamente para ser presidente) e desconversa quando a pergunta é sobre Aécio Neves; numa das respostas ao jornal, ele ainda afirma: "Lula não e um preso político, é um político preso" (Foto: Gustavo Conde)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso faz várias afirmações sobre a complexa cena política do país. Diz que Alckmin é um “corredor de maratona”, não um velocista, que Joaquim Barbosa foi um juiz competente (mas que isso não o qualifica necessariamente para ser presidente) e desconversa quando a pergunta é sobre Aécio Neves.

O ex-presidente diz ainda que Lula não é um preso político, é um “político preso”. Sobre seu livro Crise e reinvenção da política no Brasil, que lança hoje, ele diz: “no Brasil, temos gente que não é nem de direita nem de esquerda, é atrasada. O nome mais falado agora é o de (Jair) Bolsonaro. Não sei o que ele representa. Um sentimento de ‘quero ordem, mata bandido?’ É um sentimento que não tem expressão política. O que significa na economia, na vida social? É só uma explosão.”

Leia mais aqui.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247