Como vive a ex-cunhada de Bolsonaro que aponta envolvimento do presidente nas rachadinhas

Andrea Siqueira Valle ganhou os holofotes nesta semana, após o site “UOL” revelar uma gravação em que aponta envolvimento direto do presidente Bolsonaro no caso da “rachadinha”

www.brasil247.com - Andrea Siqueira Valle
Andrea Siqueira Valle (Foto: Reprodução)


247 - Sem dinheiro para advogado, desempregada e fazendo bicos eventuais em academias de Juiz de Fora (MG). É assim que tem sido a vida da ex-cunhada do presidente Bolsonaro, a fisiculturista Andrea Siqueira Valle. Ela ganhou os holofotes nesta semana, após o site “UOL” revelar uma gravação em que aponta envolvimento direto do presidente Bolsonaro no caso da “rachadinha”. Andrea é irmã de Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro e mãe de seu filho caçula, Jair Renan. A informação é da jornalista Bela Megale, em sua coluna no jornal O Globo. 

A rotina de Andrea está longe de qualquer glamour. Desde de que se mudou para a cidade mineira, está desempregada e só fez trabalhos pontuais em academias. Com a pandemia, até esses serviços minguaram. Hoje é uma das poucas integrantes da família Siqueira Valle que não têm dinheiro para pagar os R$ 500 mensais cobrados pelo advogado que os defende no caso Queiroz. Por isso, está sem apoio legal. Em situação financeira muito difícil, ela avalia retornar a Resende (RJ), onde mora boa parte do seus parentes que figuraram como funcionários fantasmas nos gabinetes da família Bolsonaro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a jornalista, Andrea e Ana Cristina mantém contato. Recentemente, a ex-mulher de Bolsonaro deu parabéns para a irmã em uma rede social por seu aniversário de 50 anos. Depois que sua gravação veio à tona, a fisiculturista fechou seu Instagram, que era aberto até semana passada. Para fugir de jornalistas, troca constantemente onúmero de telefone.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email