Congresso instala CPI da JBS

O Congresso Nacional instalou uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito para apurar irregularidades nas operações do BNDES envolvendo a JBS e também o acordo de delação premiada firmado entre o MPF e a empresa; os trabalhos serão presididos pelo senador senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) (foto) e o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) será o vice-presidente da comissão

O Congresso Nacional instalou uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito para apurar irregularidades nas operações do BNDES envolvendo a JBS e também o acordo de delação premiada firmado entre o MPF e a empresa; os trabalhos serão presididos pelo senador senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) (foto) e o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) será o vice-presidente da comissão
O Congresso Nacional instalou uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito para apurar irregularidades nas operações do BNDES envolvendo a JBS e também o acordo de delação premiada firmado entre o MPF e a empresa; os trabalhos serão presididos pelo senador senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) (foto) e o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) será o vice-presidente da comissão (Foto: Charles Nisz)

Agência Brasil - O Congresso Nacional instalou hoje (5) Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar irregularidades envolvendo a empresa JBS e a holding J&F em operações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Também serão investigados os procedimentos do acordo de delação premiada celebrado com o Ministério Público Federal (MPF).

Reunidos para instalação da comissão, parlamentares elegeram o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) (foto) para presidente dos trabalhos e o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) para vice.

Já estão na comissão, aguardando apreciação, requerimentos para ouvir o ex-procurador do Ministério Público Marcelo Miller e o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho, entre outros.

No momento, as reuniões de todas as comissões estão suspensas no Senado. O plenário da Casa discute a criação da Taxa de Longo Prazo (TLP) para ser aplicada aos empréstimos do BNDES.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247