Corrente majoritária quer que Haddad assuma presidência do PT

Majoritária no PT, a corrente interna Construindo um Novo Brasil aumentou a defesa de que o ex-prefeito Fernando Haddad assuma o comando do partido no lugar da atual presidente, a deputada Gleisi Hoffmann; Haddad aceitaria o desafio, mas somente com o aval do ex-presidente Lula

Fernando Haddad
Fernando Haddad (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)

247 - A corrente interna do PT Construindo um Novo Brasil (CNB), que é majoritária dentro da legenda, aumentou a defesa de que o ex-prefeito Fernando Haddad assuma o comando do partido no lugar da atual presidente, a deputada federal  Gleisi Hoffmann (PR). 

Um dos defensores de Fernando Haddad no comando nacional do PT é o ex-prefeito de Maricá Washington Quaquá, presidente estadual do PT. em artigo publicado no Brasil 247, Quaquá diz que a boa notícia que o PT pode dar ao povo brasileiro "é o chamamento ao professor Haddad para assumir o comando do partido e a partir dele, chamar o país a união em torno de objetivos democráticos, de Justiça e felicidade para o povo". 

Ao jornalista Sérgio Roxo, do Globo, Quaquá disse que Haddad não descarta assumir o compromisso de presidir o PT. Mas estas posição dependerá da aprovação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "(Haddad) Disse que pode considerar, mas que depende muito da posição do Lula", disse Quiaquá. 

Segundo o jornalista, a posição do ex-presidente Lula seria pela manutenção da deputada Gleisi Hoffmann na presidência do PT. Gleisi também apoiaria esta posição. 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247