Cotado para ministro da Fazenda, Haddad diz que Lula deve enviar nova regra fiscal em 2023

Proposta será encaminhada junto com a reforma tributária

www.brasil247.com - Fernando Haddad
Fernando Haddad (Foto: Reprodução)


247 - O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, provável indicado por Lula para o Ministério da Fazenda, afirmou nesta quarta-feira (30) que a expectativa do novo governo é encaminhar uma proposta para um novo arcabouço fiscal no ano que vem, com a aprovação de uma reforma tributária.

Haddad explicou que não há tempo para essa discussão neste momento, junto com a PEC da Transição, mas que a Proposta de Emenda à Constituição irá dar tempo ao novo governo para fazer essa discussão.

À Folha de S.Paulo, Haddad disse que a equipe de Lula está ganhando tempo para abrir uma discussão com a sociedade. O provável ministro da Fazenda do futuro governo sublinhou que é boa a perspectiva de aprovar a reforma tributária no ano que vem e que o ideal é que, com a reforma tributária, Lula possa enviar ao Congresso uma proposta de novo arcabouço fiscal.

Haddad integra o Grupo Técnico de Economia da Transição, a pedido de Lula, em mais um sinal de que deve ser indicado para a Fazenda. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247