CPI aprova convocação de ex-ministros da Saúde e presidente da Anvisa; Mandetta será o primeiro

Pelo calendário, Mandetta e Teich serão ouvidos na terça (4); Pazuello, na quarta (5); e Queiroga e Barra Torres, na quinta (6). Na sessão, houve bate-boca entre relator e senador governista.

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A CPI da Covid aprovou nesta quinta-feira (29) a convocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e dos ex-ministros da pasta no governo Jair Bolsonaro: Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello .Durante a sessão, os senadores também aprovaram a convocação do diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres. A agenda de convocações foi definida pelo relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Pelo calendário, Mandetta e Teich serão ouvidos próxima terça-feira (4), Eduardo Pazuello será ouvido na quarta-feira (5), Marcelo Queiroga e Barra Torres serão ouvidos na quinta-feira (6).

Obstrução 

Na sessão desta quinta, Calheiros MDB-AL criticou a "tentativa de obstrução" por parte de senadores aliados de Jair Bolsonaro para dar prosseguimento aos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito.

"Estamos com evidente tentativa de obstrução. Tivemos de conquista instalação no Supremo Tribunal Federal. Falta de sensibilidade. Querendo discutir como será depoimento que será na terça-feira. Não vai ficar bem", disse o parlamentar.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email