Cunha à CPI: 'Estou à disposição para esclarecimentos'

A ida do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), à CPI da Petrobras pegou de surpresa os parlamentares presentes à sessão. Cunha disse que foi até a comissão para se colocar à "disposição para prestar esclarecimentos à CPI"; a ida de Cunha está relacionada ao fato dele ser um dos possíveis incluídos na lista enviada pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF) para serem investigados por suposta participação em um esquema de corrupção na Petrobras; "Este parlamentar faz questão e está à disposição para prestar esclarecimentos à CPI", disse

A ida do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), à CPI da Petrobras pegou de surpresa os parlamentares presentes à sessão. Cunha disse que foi até a comissão para se colocar à "disposição para prestar esclarecimentos à CPI"; a ida de Cunha está relacionada ao fato dele ser um dos possíveis incluídos na lista enviada pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF) para serem investigados por suposta participação em um esquema de corrupção na Petrobras; "Este parlamentar faz questão e está à disposição para prestar esclarecimentos à CPI", disse
A ida do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), à CPI da Petrobras pegou de surpresa os parlamentares presentes à sessão. Cunha disse que foi até a comissão para se colocar à "disposição para prestar esclarecimentos à CPI"; a ida de Cunha está relacionada ao fato dele ser um dos possíveis incluídos na lista enviada pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF) para serem investigados por suposta participação em um esquema de corrupção na Petrobras; "Este parlamentar faz questão e está à disposição para prestar esclarecimentos à CPI", disse (Foto: Paulo Emílio)

247 - A chegada do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), à CPI da Petrobras pegou de surpresa os parlamentares presentes à sessão. Cunha disse que foi até a comissão para se colocar à "disposição para prestar esclarecimentos à CPI". A ida de Cunha está relacionada ao fato dele ser um dos possível incluídos na lista enviada pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF) para serem investigados por suposta participação em um esquema de corrupção na Petrobras.

"Este parlamentar faz questão e está à disposição para prestar esclarecimentos à CPI", disse Eduardo Cunha. Ele fez questão de frisar que sempre apoiou publicamente uma CPI para investigar as denúncias de desvios e irregularidades na Petrobras. "CPI é o foro em que será debatido de verdade tudo o que está acontecendo", destacou.

Cunha entrou no plenário da comissão pouco depois de uma confusão envolvendo o presidente da CPI, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), e o deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) [veja aqui], no instante em que Motta indicava a empresa de auditoria Kroll para colaborar com a CPI.

 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247