Wadih: Globo, delatada, agora reconhece que acusação exige provas. Quando era com Lula nunca se preocupou

O advogado Wadih Damous expôs contradições no discurso da Rede Globo, que agora é alvo de delação do doleiro Dario Messer. “Delatada, a emissora afirma que “não há provas”. Agora, reconhece que toda acusação exige provas. Quando era com Lula nunca se preocupou com isso.Valia a palavra do delator”, disse

Wadih Damous
Wadih Damous (Foto: Ederson Casartelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- O ex-deputado federal e advogado Wadih Damous expôs em suas redes sociais neste domingo (16) as contradições no discurso da Rede Globo, que agora é alvo de delação do doleiro Dario Messer. Neste domingo (16) a PF revelou que a delação de Antônio Palocci, que Moro vazou antes da eleição para favorecer Jair Bolsonaro e que foi amplamente divulgada na emissora, não tem provas. 

“Dario Messer afirma em delação que entregava a família Marinho,da Globo, US$ 300.000 por mês em propinas. Delatada, a  emissora afirma que “não há provas”. Agora, reconhece que toda acusação exige provas. Quando era com Lula nunca se preocupou com isso.Valia a palavra do delator”, disse Damous. 

O Jornal Nacional na época deu matéria de 8min41seg sobre a delação de Palocci com acusações contra Lula. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247