De Campos para Lula: 'Eleição, só em 2014'

Presidenciável do PSB reitera seu carinho e atenção com o ex-presidente Lula e declara que vai ao encontro de Lula "quando ele quiser"; acrescentou o governador de Pernambuco que sempre leva "em conta" as opiniões do ex-presidente; na prática, uma nova declaração de amor, mas datada: "O entendimento geral no PSB é que eleição vamos discutir só em 2014. Ele sabe disso"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Mais água na fervura das relações entre o PT e o PSB, dessa vez jogada diretamente pelo presidente do partido Eduardo Campos. Na prática, ele renovou, em declarações nesta quinta-feira 15, seu compromisso de manter o ex-presidente Lula informado sobre suas reflexões e decisões. "Vou falar com o presidente Lula tantas vezes que ele ache que precisa trocar ideias ou que eu achar que devo procurá-lo para ouvir sua opinião, opinião que sempre levei muito em conta", disse Campos.

Ele deixou claro, porém, que a relação entre os dois partidos deve ser dar "repeito". "O presidente Lula sabe que as forças políticas podem perseguir objetivos comuns tendo cada uma seu candidato, a trajetória dele comprova isso, o importante é haver o respeito".

E lembrou que Lula já sabe o que ele pensa sobre discutir, agora, alianças para a eleição de 2014. "Ele sabe disso, há no PSB o entendimento de caráter geral que as decisões sobre o quadro eleitoral vão ser tomadas em 2014".

Campos inaugurou na manhã desta quinta-feira 15 um terminal de transportes integados em Olinda. E deixou claro seu carinho por Lula.

"Quem vai ao encontro dele sou eu e vamos discutir o assunto que ele desejar discutir", afirmou.

A próxima conversa pessoal entre Lula e Campos não tem data marcada mas, depois de sua aproximação com o presidente do Senado, Renan Calheiros, Lula pode se sentir animado a prosseguir com suas primeiras costuras na direção do presidenciável do PSB.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email