Depois de vetar Haddad em debate, Marina agora vota contra petista em sabatina

Candidata da Rede teme que participação de Haddad nos eventos destinados aos presidenciáveis aumente a transferência de votos entre os petistas

Depois de vetar Haddad em debate, Marina agora vota contra petista em sabatina
Depois de vetar Haddad em debate, Marina agora vota contra petista em sabatina (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

247 - A campanha presidencial de Marina Silva (Rede) parece estar disposta a tudo para evitar que, em caso do impedimento da candidatura do presidente Lula (PT), os votos do petista sejam transferidos para o vice Fernando Haddad.

Segundo reportagem de Catia Seabra, a coordenação de campanha de Marina tem vetado a participação de Haddad nos eventos destinados aos presidenciáveis.

"Coordenadora da campanha, a jornalista e ex-vereadora Andrea Gouvea Vieira afirma que, em todas as reuniões para a definição de regras de debates, os candidatos se opõem à participação do vice porque existe uma lógica neles", diz a matéria, onde Gouvea teria dito que todos os candidatos se manifestaram contra e que o debate não seria entre vices.

No caso da sabatida do Estado de SP, onde a participação de Haddad foi suspensa por decisão do jornal, Andrea disse que Marina fez um esforço para colocar o compromisso na agenda, e que, se soubesse que o petista participaria, teria enviado Eduardo Jorge, candidato a vice da redista.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247