Deputado usou dinheiro público para visitar Cunha na cadeia

Deputado Carlos Marun (PMDB-MS) usou recursos públicos para bancar parte das despesas que teve para visitar o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha na prisão em dezembro do ano passado; reportagem do jornal O Globo destaca a emissão de uma passagem aérea no trecho Curitiba-Porto Alegre e de uma diária em hotel na capital paranaense nas mesmas datas da visita registradas na cota de atividade parlamentar de Marun; depois da reportagem, ele disse que vai devolver o dinheiro

Deputado Carlos Marun (PMDB-MS) usou recursos públicos para bancar parte das despesas que teve para visitar o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha na prisão em dezembro do ano passado; reportagem do jornal O Globo destaca a emissão de uma passagem aérea no trecho Curitiba-Porto Alegre e de uma diária em hotel na capital paranaense nas mesmas datas da visita registradas na cota de atividade parlamentar de Marun; depois da reportagem, ele disse que vai devolver o dinheiro
Deputado Carlos Marun (PMDB-MS) usou recursos públicos para bancar parte das despesas que teve para visitar o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha na prisão em dezembro do ano passado; reportagem do jornal O Globo destaca a emissão de uma passagem aérea no trecho Curitiba-Porto Alegre e de uma diária em hotel na capital paranaense nas mesmas datas da visita registradas na cota de atividade parlamentar de Marun; depois da reportagem, ele disse que vai devolver o dinheiro (Foto: Gisele Federicce)

247 - O deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) usou recursos públicos para bancar parte das despesas que teve para visitar o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha na prisão em dezembro do ano passado.

Reportagem do jornal O Globo destaca a emissão de uma passagem aérea no trecho Curitiba-Porto Alegre e de uma diária em hotel na capital paranaense nas mesmas datas da visita registradas na cota de atividade parlamentar de Marun.

Segundo o jornal, a passagem custou R$ 327,58, e a hospedagem no hotel Rochelle, no centro de Curitiba, custou R$ 154,35. Depois da reportagem, ele disse que vai devolver o dinheiro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247