Deputados do PT protocolam na Câmara pedido de CPI da Cloroquina

Parlamentares petistas querem investigar a superprodução, os custos da fabricação e critérios de distribuição do medicamento que não tem eficácia comprovada contra a Covid-19 pelo governo Bolsonaro e o Exército

(Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Deputados da bancada do PT protocolaram nesta quarta-feira (29), na Câmara, pedido de instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as irregularidades envolvendo a produção de hidroxicloroquina pelo governo de Jair Bolsonaro. A coleta das 171 assinaturas necessárias para a instauração da CPI da Cloroquina se inicia nesta quinta-feira, 29. 

No requerimento, os parlamentares petistas destacam que já foram produzidos cerca de três milhões de comprimidos pelo Exército, mesmo sem comprovação científica de que o medicamento é eficaz no tratamento da Covid-19. 

No documento, assinado por deputados como Rogério Correia (PT-MG), Jorge Solla (BA), Alencar Santana (SP), Arlindo Chinaglia (SP), Rosa Neide (MT) e Paulo Pimenta (RS), os deputados alertam que a produção de cloroquina entre março em abril foi 84 vezes maior que a produção antes da covid-19 e enfatizam a propaganda que o presidente Jair Bolsonaro faz do produto.

A jornalista Cynara Menezes, em artigo no Brasil 247, lembrou que a Fiocruz, mesmo negando a eficácia da cloroquina contra Covid-19, abriu edital para compra de três toneladas do medicamento. 

Leia o requerimento na íntegra:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247