Dilma decide passar articulação política para Temer

Vice-presidente foi quem avisou Dilma Rousseff nesta terça-feira 7 da recusa do ministro Eliseu Padilha em assumir a pasta das Relações Institucionais; a presidente decidiu então transferir para Michel Temer a função de coordenar os assuntos políticos e a relação do Executivo com o Legislativo e o Judiciário; presidente já fez o anúncio aos líderes da base aliada, que estavam reunidos no Palácio do Planalto

www.brasil247.com - Vice-presidente foi quem avisou Dilma Rousseff nesta terça-feira 7 da recusa do ministro Eliseu Padilha em assumir a pasta das Relações Institucionais; a presidente decidiu então transferir para Michel Temer a função de coordenar os assuntos políticos e a relação do Executivo com o Legislativo e o Judiciário; presidente já fez o anúncio aos líderes da base aliada, que estavam reunidos no Palácio do Planalto
Vice-presidente foi quem avisou Dilma Rousseff nesta terça-feira 7 da recusa do ministro Eliseu Padilha em assumir a pasta das Relações Institucionais; a presidente decidiu então transferir para Michel Temer a função de coordenar os assuntos políticos e a relação do Executivo com o Legislativo e o Judiciário; presidente já fez o anúncio aos líderes da base aliada, que estavam reunidos no Palácio do Planalto (Foto: Aline Lima)


247 – A presidente Dilma Rousseff decidiu transferir para o vice-presidente, Michel Temer, o comando da articulação política do governo. A petista segue um conselho do ex-presidente Lula, que sugeriu que ela desse mais espaço ao PMDB.

A decisão acontece depois que o ministro Eliseu Padilha, da Aviação Civil, recusou assumir as Relações Institucionais. A pasta responsável pela articulação política é hoje comandada por Pepe Vargas, que vem recebendo críticas dos líderes do governo no Congresso.

A recusa de Padilha foi informada a Dilma pelo próprio Temer. Dilma fez o anúncio sobre a nova responsabilidade do vice aos líderes da base aliada na Câmara e no Senado, que estavam reunidos no Palácio do Planalto nesta tarde.

Agora a presidente pode extinguir a Secretaria de Relações Institucionais. Pepe Vargas pode pedir demissão do cargo ainda hoje. Ele não compareceu à reunião com as lideranças do Congresso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email