Dilma: decisão da Anvisa e celebração de Bolsonaro comprovam que Brasil vive barbárie

Ex-presidente afirma que, com a comemoração pela suspensão dos testes da vacina, Jair Bolsonaro “combina iniquidade e ignorância” e a Anvisa, com sua decisão, “se desmoraliza como órgão regulador”

Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro | vacina
Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro | vacina (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR | Reuters | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ex-presidente Dilma Rousseff comentou a decisão da Anvisa que suspendeu os testes da Coronavac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e ainda a celebração da decisão por Jair Bolsonaro.

Para Dilma, as duas notícias comprovam que “no Brasil impera a mais completa barbárie”. Ela também avalia que, com a decisão de parar os testes por conta de um “evento grave” não relacionado à vacina, “a Anvisa se desmoraliza como órgão regulador”.

A manifestação foi feita pelo Twitter. Confira abaixo suas postagens:

1 - Festejar, declarando vitória, a insólita suspensão dos testes da vacina Coronavac, que pode salvar vidas de brasileiras e brasileiros, é mais uma atitude que combina iniquidade e ignorância por parte de Bolsonaro.

2 - Ao suspender os testes sem examinar o caso, a Anvisa se desmoraliza como órgao regulador, que sequer investiga as circunstâncias antes de tomar sua decisão. O boletim de ocorrência atestou que a morte do voluntário foi suicídio. (...)

3 - A ação politizada da Anvisa e a comemoração de Bolsonaro confirmam que no Brasil impera a mais completa barbárie. Os testes da vacina Coronavac em todo o mundo vêm evidenciando sua segurança e eficácia. A produção e distribuição no Brasil são essenciais para o combate à Covid19.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247