Dilma diz a Lupi que aguarda explicações

Ministro se reuniu com a presidente na manh desta quarta-feira e assegurou que tem como se defender; ele saiu do Palcio do Planalto ainda como ministro, mas assunto volta a ser discutido nesta tarde

Dilma diz a Lupi que aguarda explicações
Dilma diz a Lupi que aguarda explicações (Foto: MISTER SHADOW/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, deixou hoje o Palácio do Planalto depois de se reunir com a presidente Dilma Rousseff. Lupi assegurou à presidente que tem como se defender, que vai conversar com o partido e buscar as provas para apresentar a sua posição. Na conversa, Lupi afirmou que a foto do avião não o desmente porque o que ele disse foi que não andou em avião de empresário. Avisou ainda que "vai reagir".

Ao final da reunião, a presidente Dilma disse a ele que aguarda as explicações. Por enquanto, ele continua no cargo e o Palácio do Planalto evita falar em nomes para substituí-lo, assegurando que o ministro do Trabalho é Carlos Lupi.

Mas, por outro lado, é fato que a situação dele é cada vez mais complicada e indefensável e a presidente Dilma está apenas cumprindo um ritual que cumpriu em outros episódios que levaram à demissão de outros ministros. A aprovação da ida dele ao Senado, amanhã, pode ser a senha para definição da sua situação.

A presidente Dilma já deixou o Planalto para almoçar e retorna às 15 horas, para reunião de coordenação, quando o tema Lupi deverá voltar a ser avaliado pela presidente e os ministros presentes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email