Dilma ouve Lula por 3 horas. Tema: a reforma

Encontro foi no gabinete da Presidncia, em So Paulo, com direito a almoo; ministro Alexandre Padilha acompanhou presidente na viagem; o que vai sair dessa pajelana? quem fica, quem dana?

Dilma ouve Lula  por 3 horas. Tema: a reforma
Dilma ouve Lula por 3 horas. Tema: a reforma (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A poucas semanas de realizar sua primeira reforma ministerial, a presidente Dilma Rousseff se reuniu por três horas com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tarde de hoje (12), no escritório da Presidência da República, em São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Presidência, os dois almoçaram a sós. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, acompanhou Dilma no trajeto entre o Palácio dos Bandeirantes, onde ela participou de evento pela manhã, e o escritório, mas não participou do encontro. O conteúdo da conversa entre Dilma e Lula não foi divulgado.

Pela manhã, a presidente Dilma participou de cerimônia no Palácio dos Bandeirantes de assinatura de termo de cooperação para a construção de moradias populares no Estado. Ela deveria ter embarcado para Brasília às 16h30, de acordo com a agenda oficial. Mas Dilma deixou o escritório da presidência perto das 17h10.

Em várias das vezes em que Dilma esteve em São Paulo para compromissos oficiais, ela fez questão de se encontrar com Lula. Os encontros, no entanto, não aparecem na agenda oficial da Presidência, por serem considerados privados. A agenda de hoje do ministro da Fazenda, Guido Mantega, previa que ele teria reuniões internas, no mesmo escritório da Presidência da República, em São Paulo, em que Dilma e Lula se encontraram. Segundo a Presidência, Mantega não participou da reunião.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email