Dilma recebe brasileiros que foram medalhistas no Pan

A presidente elogiou a garra, a determinao e a "fora da juventude" dos esportistas e disse que eles so um exemplo para toda a populao brasileira

Dilma recebe brasileiros que foram medalhistas no Pan
Dilma recebe brasileiros que foram medalhistas no Pan (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A presidente Dilma Rousseff recebeu nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília, os atletas brasileiros que conquistaram medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, realizados nas duas últimas semanas de outubro, no México. Durante a cerimônia, ela foi presenteada com um casaco da delegação brasileira com o seu nome e chegou a vesti-lo. "Acho que o Brasil gostaria de estar aqui recebendo vocês", discursou.

Dilma elogiou a garra, a determinação e a "força da juventude" dos esportistas, considerando-os um exemplo para toda a população brasileira. Ela fez questão de cumprimentar os atletas e até conversar com alguns deles. "Vocês podem ter certeza da importância que cada medalha conquistada tem para nós. Muito obrigada", afirmou a presidente.

No Pan de Guadalajara, o Brasil ganhou 141 medalhas - 48 de ouro 35 de prata e 58 de bronze - e ficou em terceiro lugar no quadro geral da competição, atrás dos Estados Unidos e de Cuba. Após a rápida cerimônia desta quarta-feira, Dilma foi assediada pelos atletas, que fizeram questão de tirar fotos ao seu lado. Entre os presentes no evento estavam o ginasta Diego Hypólito, o jogador de vôlei de praia Emanuel e o mesa-tenista Hugo Hoyama.

CUSTOS - Também presente na cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, não gostou da comparação entre os gastos do Pan do Rio, em 2007, e o de Guadalajara, ao ser questionado pela reportagem da Agência Estado sobre a diferença no volume de recursos aplicados para a realização dos dois eventos.

O Pan de Guadalajara custou R$ 2,3 bilhões, quase metade do que foi gasto no Rio, cujo orçamento escapou do controle. "Eu acho que a conta deve ser feita de maneira diferente. O Rio ganhou a sede dos Jogos Olímpicos (para 2016), Guadalajara não ganhou nada. Com isso a resposta está dada. Próxima!", disse Nuzman.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email