Dilma sobre julgamento: 'Aguardemos a Justiça'

Em palestra na PUC de São Paulo sobre Estado de Exceção, a presidente deposta Dilma Rousseff respondeu, ao ser questionada sobre o julgamento que o TSE inicia amanhã e que pode cassar a chapa vitoriosa das eleições de 2014: "Aguardemos a Justiça"; Dilma também comentou, ao ser perguntada sobre como estaria a vida: "Difícil para todo mundo"

Brasília - DF, 13/04/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante entrevista à imprensa. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Brasília - DF, 13/04/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante entrevista à imprensa. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em palestra na PUC de São Paulo sobre Estado de Exceção, a presidente deposta Dilma Rousseff respondeu, ao ser questionada sobre o julgamento que o TSE inicia nesta terça-feira 6 e que pode cassar a chapa vitoriosa das eleições de 2014: "Aguardemos a Justiça".

A declaração foi feita na noite desta segunda-feira 5, véspera do julgamento. Dilma deu a mesma resposta quando questionada sobre o possível afastamento de Michel Temer da presidência e sobre a possível perda de seus próprios direitos políticos.

Dilma também comentou, ao ser perguntada sobre como estaria a vida: "Difícil para todo mundo". As informações são de reportagem de Gilberto Amendola, do Estadão.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247