Dilma tem hoje conversa decisiva com Jobim

Dias do ministro da Defesa no governo parecem estar contados; demisso s no foi anunciada porque ainda no h substituto; o vice Michel Temer uma alternativa, mas resiste

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O encontro não consta da agenda oficial da presidente da República, mas deve acontecer nesta quarta-feira. Dilma Rousseff e Nelson Jobim estarão cara a cara – e é possível que seja a última vez.

Jobim, como se sabe, tem sido indelicado, descortês e deselegante com espantosa frequência. Primeiro, numa homenagem a Fernando Henrique Cardoso, elogiou o ex-presidente que “não levantava a voz” em relação a subordinados, no que pareceu uma referência direta ao estilo Dilma, e completou dizendo que “os idiotas perderam a modéstia”. Depois, declarou voto em José Serra. Por último, no Roda Viva, disse “estar a fim” de continuar no governo e afirmou que sua permanência ou não no cargo “é um problema da presidente Dilma”.

As declarações de Jobim foram consideradas desnecessárias por lideranças do PT, como Gilberto Carvalho, e do PMDB, como Michel Temer. O único que o defendeu até agora foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Explica-se: assim como Lula, Jobim é um ardoroso defensor da parceria militar entre Brasil e França, na compra de submarinos e caças supersônicos. Dilma, no entanto, tem sido mais cautelosa em relação a essas encomendas bilionárias.

Indefinição

Dilma estuda a possibilidade de indicar Michel Temer para o Ministério da Defesa. Repetiria, assim, uma fórmula já usada pelo presidente Lula, com o vice José Alencar. Seria também uma forma de esvaziar o Palácio do Jaburu como centro de conspiração permanente. Temer, no entanto, resiste.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email