Dino diz que Lula deve ter direito a novo julgamento

O governador do Maranhão, Flávio Dino, defende que o ex-presidente Lula tenha direito a um novo julgamento, uma vez que está comprovada a perseguição judicial a que ele foi submetido pela Lava Jato. Pesquisa realizada pelo Vox Populi também indica que 53% dos brasileiros defendem um novo julgamento – e justo – para Lula

Em nome de Lula, Haddad anuncia ida ao Maranhão e apoio a Dino
Em nome de Lula, Haddad anuncia ida ao Maranhão e apoio a Dino

247 – O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou ontem que o ex-presidente Lula foi “vítima de perseguição institucionalizada e movida por interesses econômicos” e que, por isso, é necessário que ele tenha direito a um novo julgamento.  A fala do governador foi feita durante o evento que encerrou o Fórum de Resistência Democrática, nesta sexta 30, no Rio de Janeiro. 

A posição é coerente com uma pesquisa Vox Populi que captou o sentimento da população sobre os diálogos entre Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato, revelados pelo site The Intercept Brasil e outros veículos desde 9 de julho. Apesar da censura da RedeGlobo, 53% disseram ter tomado conhecimento dos diálogos em que Moro orienta a ação dos procuradores e revelam outras irregularidades proibidas por lei. Para 47% das pessoas pesquisadas, “Moro agiu de forma incorreta”, enquanto para 26% ele “agiu corretamente”, e 27% não sabem ou responderam à questão.

Com base no que a imprensa divulgou, a Vox perguntou se Lula “deveria ter direito a um novo processo sem irregularidades, para que seja averiguado se ele cometeu ou não algum crime; ou a sentença deve ser mantida e ele continuar preso?”. 53% responderam que Lula “tem direito a um novo processo e um julgamento sem irregularidades”, enquanto 35% disseram que “deve ser mantida a sentença atual e ele deve continuar preso”. 12% não souberam ou não responderam.

“E, na sua opinião, o que o Supremo Tribunal Federal deveria fazer: anular a condenação e mandar soltar o Lula, abrindo um novo processo; ou manter a condenação e a prisão dele”, perguntou a Vox Populi. 47% responderam que o STF deve “anular a condenação e mandar soltar o Lula, enquanto 37% disseram que o STF deve “manter a condenação e a prisão de Lula”. 15% não responderam ou não souberam.

A Vox voltou a perguntar se a condenação e a prisão de Lula ocorreram por motivos políticos ou se foi um processo normal. O número de pessoas que dizem que a condenação foi política cresceu de 55% para 58% em relação à pesquisa feita em abril. Os que consideram a condenação normal caiu de 37% para 34% no mesmo período, permanecendo iguais os 8% que não responderam ou não souberam.

A avaliação de que Lula “cometeu erros, mas fez muito mais coisas certas pelo povo e pelo Brasil” passou de 65% em abril para 68% em agosto, enquanto passou de 30% para 28% o percentual dos que dizem que o ex-presidente “errou muito mais do acertou”.

Em anexo, as tabelas com as perguntas sobre a situação do país, as avaliações sobre Bolsonaro, Lula e a prisão do ex-presidente.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247