CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Dirceu nega ter defendido acordo de leniência para PT

Ex-ministro José Dirceu negou nesta segunda-feira, 13, por meio de sua assessoria, que tenha idealizado e proposto a realização de um acordo de leniência para o Partido dos Trabalhadores no âmbito das investigações da operação Lava Jato; informação foi atribuída a ele pelo jornal Folha de S. Paulo; "Qualquer proposta de reconhecimento de culpa visa tão somente a criminalização do PT com claro propósito de legitimar o golpe em curso contra a Democracia e o Estado de Direito", diz Dirceu

Imagem Thumbnail
Ex-ministro José Dirceu negou nesta segunda-feira, 13, por meio de sua assessoria, que tenha idealizado e proposto a realização de um acordo de leniência para o Partido dos Trabalhadores no âmbito das investigações da operação Lava Jato; informação foi atribuída a ele pelo jornal Folha de S. Paulo; "Qualquer proposta de reconhecimento de culpa visa tão somente a criminalização do PT com claro propósito de legitimar o golpe em curso contra a Democracia e o Estado de Direito", diz Dirceu (Foto: Aquiles Lins)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Por meio de nota à imprensa, o ex-ministro José Dirceu negou nesta segunda-feria, 13, que tenha idealizado e proposto a realização de um acordo de leniência para o Partido dos Trabalhadores no âmbito das investigações da operação Lava Jato. Informação foi atribuída a ele pelo jornal Folha de S. Paulo nesta segunda-feira.  

"Qualquer proposta de reconhecimento de culpa visa tão somente a criminalização do PT com claro propósito de legitimar o golpe em curso contra a Democracia e o Estado de Direito", diz Dirceu, por meio de sua assessoria de imprensa. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a Folha, a ideia teria tido apoio do ex-tesoureiro João Vaccari Neto e segue o modelo de leniência feito por empresas, em que assumem crimes e são condenadas a pagar multas. Em troca, mantêm a possibilidade de fazer contratos com o governo e seus executivos podem pedir diminuição de pena ou até perdão judicial (leia mais).

Leia na íntegra a nota de José Dirceu:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"NOTA À IMPRENSA

O ex-ministro José Dirceu desmente a informação, atribuída a ele pelo jornal Folha de S. Paulo nesta segunda-feira (13), de idealizar e propor um suposto "acordo de leniência para partidos" investigados na Operação Lava Jato. Qualquer proposta de reconhecimento de culpa visa tão somente a criminalização do PT com claro propósito de legitimar o golpe em curso contra a Democracia e o Estado de Direito."

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO