Duarte Nogueira recorre ao Ministério Público contra Novais

Oministro do Turismo suspeito de usar dinheiro pblico para pagar o salrio da governanta de seu apartamento em Braslia no perodo de 2003 a 2010

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP), recorreu formalmente ao Ministério Público contra o ministro do Turismo, Pedro Novais, por suposto desvio de dinheiro público. O tucano protocolou duas representações nesta tarde: uma na Procuradoria Geral da República e outra no Ministério Público do Distrito Federal.

"É preciso reconhecer que uma denúncia de prática de ilegalidade ou imoralidade por um ministro de Estado é gravíssima e não pode ser deixada de lado pelos poderes constituídos para ser esquecida pelo tempo", afirmou Nogueira.

Os pedidos foram motivados pelas revelações de que Novais usou dinheiro público para pagar o salário da governanta de seu apartamento em Brasília no período de 2003 a 2010, quando o ministro exercia o mandato de deputado federal pelo PMDB do Maranhão.

A revelação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo. Em outra reportagem, também publicada pelo mesmo jornal, mostra que a mulher do ministro, Maria Helena de Melo, usa irregularmente um funcionário da Câmara dos Deputados como motorista particular.

"Vê-se, portanto, que o ministro Pedro Novais é useiro e vezeiro em fazer uso de verba pública para dispor de serviços em benefício próprio", afirmou Nogueira, no documento. "Estamos falando de uma pessoa sob a qual já pesa a acusação de gastar dinheiro público em motel e responsável por um ministério alvo de ação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal que levou à prisão temporária de trinta e cinco pessoas", argumenta o tucano.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247