“É absurdo tornar o Banco Central um ente autônomo”, diz Dilma

Em entrevista à TV 247, a presidente deposta pelo golpe de 2016, Dilma Rousseff, afirmou ser "um absurdo" o projeto que prevê a autonomia do Banco Central e defendeu mais atuação do Estado na retomada do crescimento

Dilma Rousseff e o Banco Central
Dilma Rousseff e o Banco Central (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente deposta pelo golpe de 2016, Dilma Rousseff, criticou, em entrevista à TV 247 nesta quarta-feira (10), o projeto que está em análise pelo Congresso Nacional e que prevê a autonomia do Banco Central (BC).

“Questões relativas ao engessamento da capacidade do Estado de reagir à crise têm de ser imediatamente desconstruídas. Um exemplo é esse absurdo de tornar o Banco Central um ente autônomo”, disse Dilma.

O plenário da Câmara dos Deputados começou a discutir o projeto nesta terça-feira (9), mas após um acordo entre a base e a oposição, o debate foi adiado para esta quarta. A proposta foi aprovada pelo Senado em novembro do ano passado e confere mandato de quatro anos para o presidente e diretores da autarquia federal. 

“Enquanto estão revendo certas barreiras, certos engessamentos do Estado, mesmo nas políticas neoliberais, aqui no Brasil estamos na fase primitiva do neoliberalismo”, acrescentou. Ela defendeu ainda mais atuação do Estado na retomada do crescimento.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista à entrevista do Bom Dia 247:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email