“É inevitável o Supremo anular a sentença do Lula e de outros réus da Lava Jato”, diz Auler

Além de projetar que Supremo irá anular a sentença proferida contra o ex-presidente Lula, no âmbito da Lava-jato, o jornalista Marcelo Auler considera que ocorrerá uma corrida rumo à Corte Suprema para que outros réus tenham suas sentenças anuladas após vir à tona mais um escândalo envolvendo o uso político da operação

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Marcelo Auler, em participação no programa Bom dia 247 desta terça-feira (20, considera que ocorrerá uma corrida rumo ao STF para que outros réus tenham suas sentenças anuladas no âmbito da operação Lava Jato, após vir à tona conversas que mostram o conluio político entre os membros da força-tarefa. 

“Pelos diálogos apresentados, Moro e Dallagnol não combinaram tudo apenas contra Lula, mas com outros processos também”, apontou Auler. 

Saiba mais 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou a retirada do sigilo das mensagens  trocadas entre procuradores da Operação Lava Jato e o ex-juiz Sérgio Moro. Segundo reportagem da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o material, com 50 páginas, foi incluído na defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Parte dos diálogos já divulgada revela que Moro orientou diretamente os procuradores da força-tarefa da Lava Jato a como procederem para oferecerem a denúncia contra Lula no âmbito do processo do triplex do Guarujá. 

Por lei, o Poder Judiciário e o Ministério Público (MP) devem atuar de forma independente, sob pena de violar o devido processo legal.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email