Eduardo Guimarães: Centrão vai deixar Bolsonaro falando sozinho e vai aderir a Lula

O jornalista analisou o quadro político brasileiro e observou que cresce a adesão de setores da direita e centro à candidatura do ex-presidente Lula em 2022. “Eles vão para o barco que estiver melhor. E o barco que vai estar melhor vai ser o do Lula, porque no tempo do Lula eles eram todos felizes, todos eles se deram bem, todos ganharam muito dinheiro”. Assista

Lula, Eduardo Guimarães e Jair Bolsonaro
Lula, Eduardo Guimarães e Jair Bolsonaro (Foto: Ricardo Stuckert | Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Eduardo Guimarães, em entrevista à TV 247, analisou as recentes movimentações da direita política que, conforme admitido até mesmo por Miriam Leitão, do Globo, adere à candidatura do ex-presidente Lula para parar Jair Bolsonaro. A jornalista publicou um artigo recentemente em que rejeita a tese criada pela direita tradicional brasileira de que os dois seriam os "dois extremos" da política brasileira.

“A Miriam Leitão dá uma informação de que há uma crescente adesão ao PT. O PT está filiando muita gente”, disse Eduardo. “Há uma romaria em Brasília de diplomatas e embaixadores de países ricos pedindo audiência com o Lula, na mesma medida em que o mundo político está indo todo para a mão dele, inclusive o Centrão. O Centrão vai deixar o Bolsonaro falando sozinho, porque eles vão arrancando dele tudo que der, mas quando chegar na hora da eleição, eles vão para o barco que estiver melhor. E o barco que vai estar melhor vai ser o do Lula, porque no tempo do Lula eles eram todos felizes, todos eles se deram bem, todos ganharam muito dinheiro. Não tinha crise todo dia, não tinha todo mundo os rejeitando. Para quê alguém vai querer ficar com o Bolsonaro, tirando esses tarados que são psicopatas malucos? Nem como presidente das elites ele serve. Ele é ruim para todos. Ele é ruim para o banqueiro e para o gari. É isso que temos que entender, a política que o Bolsonaro faz é destrutiva. Ele está destruindo a economia brasileira”, acrescentou. 

O jornalista ainda avaliou a situação da pandemia da Covid-19 no Brasil. Ele reforça que o isolamento social é a única saída para a crise sanitária: “Vai chegar o momento em que as pessoas vão clamar nas ruas por Lula, porque a situação tende a se agravar no Brasil de uma maneira muito dramática. Estou muito preocupado conosco, com vocês que estão nos assistindo, não é nem com o Bolsonaro. Acredito que a situação nesse país vai sofrer um agravamento trágico. Não tem como dominarmos a Covid porque não tem isolamento social no Brasil e sem isolamento social a vacina não funciona”.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email