Em despedida no STF, Janot diz que cumpriu a Constituição

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse nesta quinta-feira que vai deixar o cargo "com a convicção" de que militou "na defesa dos compromissos constitucionais"; ele participou de sua última sessão no Supremo Tribunal Federal como representante do Ministério Público Federal na Corte; a partir da segunda-feira, quem comandará a Procuradoria Geral da República será a procuradora Raquel Dodge; a despedida de Janot ocorreu minutos após ele apresentar denúncia contra Michel Temer e integrantes do PMDB: "Entrego o cargo no próximo dia 17 com a convicção serena que militei até o último instante na defesa dos compromissos constitucionais assumidos há mais de 30 anos", disse Janot

Janot
Janot (Foto: Romulo Faro)

André Richter - repórter da Agência Brasil

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse hoje (14) que vai deixar o cargo com a convicção de que militou na defesa dos compromissos constitucionais. Janot participou da última sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) como representante do Ministério Público Federal (MPF) na Corte. A partir da segunda-feira (18), ele será sucedido pela nova procuradora, Raquel Dodge, após dois biênios no cargo.

A despedida de Janot ocorreu minutos após a procuradoria apresentar denúncia contra o presidente Michel Temer e integrantes do PMDB. "Entrego o cargo no próximo dia 17 com a convicção serena que militei até o último instante na defesa dos compromissos constitucionais assumidos há mais de 30 anos", disse o procurador. Após deixar o cargo, Janot continuará na PGR como subprocurador da República.

Raquel Dodge foi indicada para o cargo de procurador-geral pelo presidente Michel Temer a partir da eleição interna da Associação Nacional dos Procuradores da República, que deu origem à lista tríplice enviada ao presidente para subsidiar sua escolha. Em julho, ela foi aprovada pelo plenário do Senado por 74 votos a 1 e uma abstenção.

Mestre em direito pela Universidade de Harvard e integrante do Ministério Público Federal há 30 anos, Raquel Dodge é subprocuradora-geral da República e atuou em matéria criminal no Superior Tribunal de Justiça.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247