Em nota, Rede diz apoiar prisão de Delcídio pelo STF

A Rede Sustentabilidade disse, por meio de nota, apoiar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou a prisão do senador Delcidio do Amaral (PT-MS); segundo o partido da ex-senadora Marina Silva, "qualquer tentativa de obstruir investigações e influenciar decisões da Justiça deve ser punida com rigor, especialmente quando o alvo é o STF (Supremo Tribunal Federal) e a tentativa vem de um senador"; pontua o texto; "A Rede reitera que, pelos elementos trazidos a público até o momento, sua posição é pela manutenção da decisão da Justiça", finaliza a nota

A Rede Sustentabilidade disse, por meio de nota, apoiar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou a prisão do senador Delcidio do Amaral (PT-MS); segundo o partido da ex-senadora Marina Silva, "qualquer tentativa de obstruir investigações e influenciar decisões da Justiça deve ser punida com rigor, especialmente quando o alvo é o STF (Supremo Tribunal Federal) e a tentativa vem de um senador"; pontua o texto; "A Rede reitera que, pelos elementos trazidos a público até o momento, sua posição é pela manutenção da decisão da Justiça", finaliza a nota
A Rede Sustentabilidade disse, por meio de nota, apoiar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou a prisão do senador Delcidio do Amaral (PT-MS); segundo o partido da ex-senadora Marina Silva, "qualquer tentativa de obstruir investigações e influenciar decisões da Justiça deve ser punida com rigor, especialmente quando o alvo é o STF (Supremo Tribunal Federal) e a tentativa vem de um senador"; pontua o texto; "A Rede reitera que, pelos elementos trazidos a público até o momento, sua posição é pela manutenção da decisão da Justiça", finaliza a nota (Foto: Paulo Emílio)

247 - A Rede Sustentabilidade divulgou nota afirmando "reforçar sua confiança nas instituições brasileiras e no cumprimento da Justiça" após a prisão do senador Delcidio Amaral (PT-MS). Segundo o partido da ex-senadora Marina Silva, "qualquer tentativa de obstruir investigações e influenciar decisões da Justiça deve ser punida com rigor, especialmente quando o alvo é o STF (Supremo Tribunal Federal) e a tentativa vem de um senador". "A Rede reitera que, pelos elementos trazidos a público até o momento, sua posição é pela manutenção da decisão da Justiça", finaliza o texto.

A Rede destaca, ainda, que a decisão final sobre prisão de Delcídio compete ao plenário do Senado, sendo necessário "levar em conta tanto os aspectos legais como os políticos da decisão do STF".

Confira abaixo a íntegra da nota da Rede Sustentabilidade sobre o caso.
Diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de ordenar a prisão do senador Delcídio do Amaral, líder do PT no Senado, a Rede Sustentabilidade vem a público reforçar sua confiança nas instituições brasileiras e no cumprimento da Justiça. Para a REDE, a decisão do Supremo é soberana, foi embasada em provas e deve ser respeitada. No entendimento do partido, qualquer tentativa de obstruir investigações e influenciar decisões da Justiça deve ser punida com rigor, especialmente quando o alvo é o STF e a tentativa vem de um senador.

Na leitura dos votos, os ministros do STF lembraram a importância de preservar a independência das instituições da influência de agentes públicos com interesses escusos. Como disse a ministra Carmen Lúcia, "não se confunde imunidade com impunidade". A REDE compartilha dessa crença e acredita que nenhum país justo pode prescindir de representantes éticos que respeitem os limites de seus cargos.

Agora, a decisão final sobre a manutenção da prisão cabe ao Plenário do Senado, que deverá votar levando em conta além das questões legais, também os aspectos políticos da decisão do STF.

Para o senador Randolfe Rodrigues –REDE/AP, nessa casa, é necessário respeitar a decisão do STF e tratar a questão com transparência, garantindo que a sessão que vai discutir o caso no Senado seja aberta. "Em um Estado Democrático de Direito é aquele em que ninguém está acima da lei, seja ele presidente da república, deputado ou senador", diz Randolfe.

A REDE reitera que, pelos elementos trazidos a público até o momento, sua posição é pela manutenção da decisão da Justiça.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247