Em tratamento, Lula grava em casa programa do PT

Programa ser veiculado em cadeia nacional no ms de dezembro; ainda h a expectativa de que Lula participe de um encontro com empresrios brasileiros na Fiesp

Em tratamento, Lula grava em casa programa do PT
Em tratamento, Lula grava em casa programa do PT (Foto: Ueslei Marcelino/ REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravou na sexta-feira participação no programa partidário do PT que será veiculado em cadeia nacional no mês de dezembro. A gravação foi feita na residência do petista, na região central de São Bernardo do Campo (SP), onde se recupera da primeira sessão de quimioterapia a que foi submetido no combate contra um câncer na laringe.

A presença do ex-presidente na propaganda partidária ainda era dada como incerta no início da semana passada, em decorrência dos primeiros efeitos colaterais do tratamento contra a doença. O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), relatou na sexta-feira, após visita ao petista, que o tratamento médico gerou efeitos tanto no ânimo como no paladar do ex-presidente. A próxima sessão de quimioterapia a que o petista será submetido está programada para o início da próxima semana.

A agenda pública do ex-presidente foi cancelada, mas ainda há a expectativa de que ele participe, na quarta-feira, de um encontro com empresários brasileiros na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na capital paulista. O evento é organizado pelo Instituto Lula e visa a estimular os empresários brasileiro a investir na África.

No encontro, são esperadas ainda as presenças de embaixadores de países africanos, membros de organismos internacionais, técnicos e acadêmicos. A presença do petista dependerá de seu estado de saúde. Na última semana, o embaixador brasileiro Mauro Vieira representou o ex-presidente na entrega do Prêmio Africare, em Washington, nos Estados Unidos. As viagens tanto nacionais como internacionais do ex-presidente foram suspensas até o final de janeiro de 2012.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email