Escárnio: Eunício diz que Congresso pode recolocar Temer na presidência se o TSE decidir cassá-lo

Investigado na Lava Jato, e prestes a figurar na primeira lista de Janot, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), diz que o Congresso pode recolocar Michel Temer na presidência se o TSE decidir cassá-lo; "Nós não sabemos como vai ser o posicionamento de cada juiz neste processo. A única regra clara é a que o presidente Michel Temer pode ser candidato novamente. Não há na Constituição nenhum impedimento", disse Eunício, em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, do SBT; tanto Temer como Eunício são acusados de receber propinas da Odebrecht; dados do IBGE mostram que o golpe dos corruptos contra a presidente honesta quebrou a economia brasileira

Investigado na Lava Jato, e prestes a figurar na primeira lista de Janot, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), diz que o Congresso pode recolocar Michel Temer na presidência se o TSE decidir cassá-lo; "Nós não sabemos como vai ser o posicionamento de cada juiz neste processo. A única regra clara é a que o presidente Michel Temer pode ser candidato novamente. Não há na Constituição nenhum impedimento", disse Eunício, em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, do SBT; tanto Temer como Eunício são acusados de receber propinas da Odebrecht; dados do IBGE mostram que o golpe dos corruptos contra a presidente honesta quebrou a economia brasileira
Investigado na Lava Jato, e prestes a figurar na primeira lista de Janot, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), diz que o Congresso pode recolocar Michel Temer na presidência se o TSE decidir cassá-lo; "Nós não sabemos como vai ser o posicionamento de cada juiz neste processo. A única regra clara é a que o presidente Michel Temer pode ser candidato novamente. Não há na Constituição nenhum impedimento", disse Eunício, em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, do SBT; tanto Temer como Eunício são acusados de receber propinas da Odebrecht; dados do IBGE mostram que o golpe dos corruptos contra a presidente honesta quebrou a economia brasileira (Foto: Aquiles Lins)

247 - O presidente do Senado, Eunicio Oliveira (PMDB-CE), defendeu que Michel Temer é um nome a ser colocado para disputar a eleição presidencial, indireta ou até direta, caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decida pela cassação da chapa Dilma-Temer, reeleita em 2014. 

"Nós não sabemos como vai ser o posicionamento de cada juiz neste processo. A única regra clara é a que o presidente Michel Temer pode ser candidato novamente. Não se sabe se numa eleição direta ou indireta", disse Eunício, em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, do SBT. 

Apesar da cautela, o presidente do Senado ressaltou que o PMDB pode indicar o nome de Temer para a disputa. "Não há na Constituição nenhum impedimento", afirmou. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247