Explode a tríplice aliança política em Belo Horizonte

Em 2008, a capital mineira foi palco de uma experincia indita: o acordo entre PT e PSDB em torno da candidatura de Marcio Lacerda (centro), do PSB. Agora, o vice-prefeito Roberto Carvalho quer ser candidato e rechaa aliana com Acio

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rodolfo Borges_247 – A aliança velada (ou seria uma trégua?) entre PT e PSDB em Belo Horizonte ruiu de vez. A última reunião do diretório municipal do PT na capital mineira deu o golpe final no acordo que elegeu e sustentava em harmonia o governo de Márcio Lacerda (PSB), costurado pelo senador Aécio Neves (PSDB) e o presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel. Enciumados pela amplitude da presença de tucanos no governo de Lacerda, os petistas deliberaram que o partido não fará qualquer coligação – formal ou informal – com PSDB, PPS e DEM nas próximas eleições. Resultado da decisão: Lacerda convidou o PSDB para aliança em 2012.

A deliberação do PT replica decisão nacional do partido, mas acrescenta a proibição da coligação “informal”, que manteve o PSDB na estrutura do governo até agora. Nas últimas eleições, os tucanos não participaram da coligação do PSB na capital mineira, mas apoiaram a chapa informalmente. Tudo estaria bem se os tucanos não tivessem ocupado 60% dos cargos da Prefeitura e feito os petistas despertarem para a armadilha em que caíram depois de emplacar três governos seguidos na prefeitura de BH desde 1993, com Patrus Ananias, Célio de Castro e o hoje ministro do Desenvolvimento Fernando Pimentel.

O presidente do PT da capital mineira – e atual vice-prefeito de Belo Horizonte –, Roberto Carvalho, já avisou que a prioridade do partido em BH é “reconstruir sua unidade” e que essa decisão está embasada na resolução nacional da legenda. O partido já estaria inclusive se aproximando do PMDB na capital mineira, com vias a formar uma chapa alternativa a Márcio Lacerda. Uma chapa, ao que tudo indica, fadada à derrota, já que, nesta semana, o PSB de Belo Horizonte formalizou acordo com o PCdoB, levando a deputada federal Jô Moraes a retirar sua candidatura em favor de Lacerda e aumentando o apoio à reeleição.

Márcio Lacerda ainda acredita na possibilidade de acordo entre os dois partidos e se escora na declaração do presidente nacional do PT, Rui Falcão, de que casos como o de BH serão discutidos separadamente. Talvez por isso o PSB de BH tenha se sentido confortável a convidar, nesta semana, o PSDB para fazer parte da chapa de Lacerda para as eleições de 2012. Quem não parece estar nada confortável com a situação é o PT local, cujos militantes já engrossam o coro a favor da greve dos professores da rede estadual e dos protestos dos operários que reformam o Mineirão para a Copa de 2014.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247