FHC: ‘Dilma está gordinha, bem de vida, não é pobre’

Ex-presidente apela ao responder sobre como o PSDB está se preparando para um provável discurso do PT no segundo turno, de ricos contra pobres: "Em primeiro lugar, olha a Dilma: ela é pobre? Ela não foi educada no Colégio Sion? Ela não está gordinha, bem de vida? E isso é contra ela? Não é. O importante é saber qual a posição da pessoa frente à pobreza", disse; tucano defendeu ainda que o PSDB "fez a políticas sociais do Brasil" e que, depois de realizar ajustes fortes" e acabar com a inflação, contribuiu para que caísse a pobreza

www.brasil247.com - Ex-presidente apela ao responder sobre como o PSDB está se preparando para um provável discurso do PT no segundo turno, de ricos contra pobres: "Em primeiro lugar, olha a Dilma: ela é pobre? Ela não foi educada no Colégio Sion? Ela não está gordinha, bem de vida? E isso é contra ela? Não é. O importante é saber qual a posição da pessoa frente à pobreza", disse; tucano defendeu ainda que o PSDB "fez a políticas sociais do Brasil" e que, depois de realizar ajustes fortes" e acabar com a inflação, contribuiu para que caísse a pobreza
Ex-presidente apela ao responder sobre como o PSDB está se preparando para um provável discurso do PT no segundo turno, de ricos contra pobres: "Em primeiro lugar, olha a Dilma: ela é pobre? Ela não foi educada no Colégio Sion? Ela não está gordinha, bem de vida? E isso é contra ela? Não é. O importante é saber qual a posição da pessoa frente à pobreza", disse; tucano defendeu ainda que o PSDB "fez a políticas sociais do Brasil" e que, depois de realizar ajustes fortes" e acabar com a inflação, contribuiu para que caísse a pobreza (Foto: Gisele Federicce)


247 – Depois de Marina Silva (PSB) se comparar a um carapanã (mosquito de constituição frágil e pequena), enquanto a presidente Dilma Rousseff seria um mangangá (zangão gordo e de ferroada potente), agora é a vez de o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso dizer que a petista é "gordinha".

Questionado sobre como o PSDB estaria se preparando para o discurso do PT no segundo turno, de ricos contra pobres, FHC respondeu: "Em primeiro lugar, olha a Dilma: ela é pobre? Ela não foi educada no Colégio Sion? Ela não está gordinha, bem de vida? E isso é contra ela? Não é. O importante é saber qual a posição da pessoa frente à pobreza". As declarações foram dadas durante almoço neste domingo na casa do vereador Andrea Matarazzo. FHC estava acompanhado da mulher, Patrícia Kundrát.

Em entrevista à coluna de Sonia Racy, no Estadão, o tucano defendeu ainda que o PSDB "fez a políticas sociais do Brasil" e que, depois de realizar ajustes fortes" e acabar com a inflação, contribuiu para que caísse a pobreza. Ele também justificou a vitória de Geraldo Alckmin em São Paulo: "Quem é que vota no Geraldo? São os ricos? Tem tanto rico assim? Isso é uma invenção, querem colocar essa marca em nós", disse.

Segundo FHC, a estratégia do PSDB para o segundo turno é "mostrar as diferenças entre os partidos". "Há uma diferença na visão do que é o Brasil e como é que nós queremos um Brasil melhor", afirmou. Questionado se não haveria espaço para a "nova política", pregada por Marina, o tucano declarou que ela "não ficou caracterizada".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Eu vi a Marina falando: 'São modos corretos de se fazer política'. Eu concordo, mas não é sem partido que se faz isso. Dava a impressão de que essa nova política implicava em não haver partidos. Isso não pode, na democracia tem de haver partidos. Agora, que os partidos precisam se comportar de forma mais correta, disso não há dúvida. Marina não conseguiu nos mostrar isso claramente", opinou FHC.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email