CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

FHC diz que Petrobras "virou bagunça"

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) criticou, nesta quarta (9), a situação da Petrobras; "Essas loucuras todas na Petrobras levam a pensar no grande controle que os partidos têm. Dá no que dá. No meu governo, nós arejamos, transformamos em verdadeira empresa, não repartição pública. Agora virou bagunça", disse; sobre Pasadena, ele defendeu Dilma: "ela é vítima, tem que explicar que não é responsável"

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) criticou, nesta quarta (9), a situação da Petrobras; "Essas loucuras todas na Petrobras levam a pensar no grande controle que os partidos têm. Dá no que dá. No meu governo, nós arejamos, transformamos em verdadeira empresa, não repartição pública. Agora virou bagunça", disse; sobre Pasadena, ele defendeu Dilma: "ela é vítima, tem que explicar que não é responsável" (Foto: Valter Lima)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse, nesta quarta-feira (9), durante palestra em São Paulo, que a Petrobras "virou bagunça", criticou a política energética brasileira, mas voltou a defender a presidente Dilma Rousseff (PT) no caso da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

"Houve muito descuido em coisas fundamentais como a energia. Com política para combater erradamente a inflação, tabelando preços conseguimos estragar a Petrobras e o etanol", criticou, referindo-se ao fato de que, sem aumento da gasolina e do diesel, o álcool combustível deixa de ser competitivo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ele criticar o governo e o PT por tentarem impedir a CPI da Petrobras e ironizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu sucessor. "O presidente Lula propunha tanta CPI no meu tempo, por que agora está contra? Se o governo está tão preocupado em impedir, a suspeita de que tem alguma coisa errada aumenta", disse

"Essas loucuras todas na Petrobras levam a pensar no grande controle que os partidos têm. Dá no que dá. No meu governo, nós arejamos, transformamos em verdadeira empresa, não repartição pública. Cortamos a (exigência) da lei 8666 (das licitações). Agora virou bagunça", completou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A um entrevistador do programa de TV humorístico Pânico que estava fantasiado de Dilma, Fernando Henrique disse: "Você é vítima, tem que explicar que não é responsável. Fala a verdade."

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO