FHC: se fosse hoje, Lula perderia a eleição

“E vou dizer uma coisa arriscada: o Lula perde hoje. Hoje [se Dilma cai e fazem novas eleições], o Lula perde. Mas não penso eleitoralmente. Sou democrata”, disse o ex-presidente tucano FHC; segundo ele, em 2005 havia possibilidade legal de pedir impeachment contra Lula; “Agora, quem está processando a Dilma por algo que ela fez? Não tem”; questionado sobre casos de propina na Petrobras que começaram no seu governo, ele disse: “Pode ter havido corrupção no meu governo? Houve muito homicídio no meu governo, sabia? Marido matou mulher, mulher matou marido. O que eu tenho a ver com isso? Não há nem acusação desse tipo de organização no meu governo”; durante seu governo, FHC foi acusado da compra de votos no Congresso para a reeleição

“E vou dizer uma coisa arriscada: o Lula perde hoje. Hoje [se Dilma cai e fazem novas eleições], o Lula perde. Mas não penso eleitoralmente. Sou democrata”, disse o ex-presidente tucano FHC; segundo ele, em 2005 havia possibilidade legal de pedir impeachment contra Lula; “Agora, quem está processando a Dilma por algo que ela fez? Não tem”; questionado sobre casos de propina na Petrobras que começaram no seu governo, ele disse: “Pode ter havido corrupção no meu governo? Houve muito homicídio no meu governo, sabia? Marido matou mulher, mulher matou marido. O que eu tenho a ver com isso? Não há nem acusação desse tipo de organização no meu governo”; durante seu governo, FHC foi acusado da compra de votos no Congresso para a reeleição
“E vou dizer uma coisa arriscada: o Lula perde hoje. Hoje [se Dilma cai e fazem novas eleições], o Lula perde. Mas não penso eleitoralmente. Sou democrata”, disse o ex-presidente tucano FHC; segundo ele, em 2005 havia possibilidade legal de pedir impeachment contra Lula; “Agora, quem está processando a Dilma por algo que ela fez? Não tem”; questionado sobre casos de propina na Petrobras que começaram no seu governo, ele disse: “Pode ter havido corrupção no meu governo? Houve muito homicídio no meu governo, sabia? Marido matou mulher, mulher matou marido. O que eu tenho a ver com isso? Não há nem acusação desse tipo de organização no meu governo”; durante seu governo, FHC foi acusado da compra de votos no Congresso para a reeleição (Foto: Roberta Namour)

247 – Ao ritmo de uma entrevista por dia, o ex-presidente tucano FHC voltou provocar seu sucessor Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ele, em 2005 havia possibilidade legal de pedir impeachment contra Lula. “Agora, quem está processando a Dilma por algo que ela fez? Não tem”, diz.

Em entrevista à ‘Folha de S. Paulo’, ele afirma que Lula perderia hoje as eleições: “E vou dizer uma coisa arriscada: o Lula perde hoje. Hoje [se Dilma cai e fazem novas eleições], o Lula perde. Mas não penso eleitoralmente. Sou democrata. Não vou dizer: 'Então vamos fazer o impeachment porque o Aécio [Neves] ganha, o Geraldo [Alckmin] ganha, ou eu ganho'. Não estou dizendo que nunca vai se chegar a tal ponto [do impeachment]. Não sei”.

Questionado sobre casos de propina na Petrobras que começaram no seu governo, ele disse: “Pode ter havido corrupção no meu governo? Houve muito homicídio no meu governo, sabia? Marido matou mulher, mulher matou marido. O que eu tenho a ver com isso? Não há nem acusação desse tipo de organização no meu governo” (leia mais). O governo FHC, no entanto, foi acusado da compra de votos no Congresso para a reeleição, em 1998.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247