Filha de Eduardo Cunha adere à extrema-direita

Em vídeo, Danielle Cunha, que é candidata a deputada federal pelo MDB, declara apoio ao candidato do fascismo, Jair Bolsonaro, para que "o PT se mantenha fora do poder"; ela defende ainda que se "resolva a eleição no primeiro turno"

Filha de Eduardo Cunha adere à extrema-direita
Filha de Eduardo Cunha adere à extrema-direita
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em um vídeo divulgado nas redes sociais, a candidata a deputada federal e filha de Eduardo Cunha, Danielle Cunha, declarou apoio ao candidato da extrema-direita, Jair Bolsonaro, para que "o PT se mantenha fora do poder".

"Temos que ter discernimento para que, depois de tanta luta da nossa nação, o PT se mantenha fora do poder, por isso, declaro meu apoio a Jair Bolsonaro. Danielle Cunha", postou. Cunha, no entanto, colocou o pedido de impeachment contra Dilma para ser votado na Câmara após ter perdido uma chantagem contra o PT, que não quis votar a favor dele na Comissão de Ética da Casa no processo que cassou seu mandato.

No vídeo, ela diz que o PT é uma "hegemonia" que seu pai, "com muito sucesso, conseguiu, através do impeachment, retirar". E que Bolsonaro representa "quem não quer a Dilma e não quer o PT". Ela defende ainda que se "resolva a eleição no primeiro turno".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247