“Fiquei estarrecido”, diz Lula sobre pergunta de prisão no Datafolha

Em ato no Rio de Janeiro promovido pelo MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), na noite desta segunda-feira 2, o ex-presidente Lula criticou a pergunta feita pelo instituto Datafolha sobre se a população acha que ele deve ser preso, diante das denúncias da Lava Jato; "Hoje eu fiquei estarrecido. A Folha de S.Paulo faz uma pergunta com a seguinte frase: olha, você acha que o Lula deve ser preso, em função de todas as denúncias da Lava Jato? E 56% dizem que eu deveria ser preso. Ora, a pergunta não é essa. A pergunta é saber quem é que faz a pergunta da Lava Jato. É a Rede Globo de Televisão", denunciou; Lula disse que a imprensa, "para evitar" que ele saia candidato, tenta "transformar todas as mentiras que contam contra ele em verdade"

Em ato no Rio de Janeiro promovido pelo MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), na noite desta segunda-feira 2, o ex-presidente Lula criticou a pergunta feita pelo instituto Datafolha sobre se a população acha que ele deve ser preso, diante das denúncias da Lava Jato; "Hoje eu fiquei estarrecido. A Folha de S.Paulo faz uma pergunta com a seguinte frase: olha, você acha que o Lula deve ser preso, em função de todas as denúncias da Lava Jato? E 56% dizem que eu deveria ser preso. Ora, a pergunta não é essa. A pergunta é saber quem é que faz a pergunta da Lava Jato. É a Rede Globo de Televisão", denunciou; Lula disse que a imprensa, "para evitar" que ele saia candidato, tenta "transformar todas as mentiras que contam contra ele em verdade"
Em ato no Rio de Janeiro promovido pelo MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), na noite desta segunda-feira 2, o ex-presidente Lula criticou a pergunta feita pelo instituto Datafolha sobre se a população acha que ele deve ser preso, diante das denúncias da Lava Jato; "Hoje eu fiquei estarrecido. A Folha de S.Paulo faz uma pergunta com a seguinte frase: olha, você acha que o Lula deve ser preso, em função de todas as denúncias da Lava Jato? E 56% dizem que eu deveria ser preso. Ora, a pergunta não é essa. A pergunta é saber quem é que faz a pergunta da Lava Jato. É a Rede Globo de Televisão", denunciou; Lula disse que a imprensa, "para evitar" que ele saia candidato, tenta "transformar todas as mentiras que contam contra ele em verdade" (Foto: Gisele Federicce)

247 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou na noite nesta segunda-feira 2 a manchete da Folha de S.Paulo que destaca pergunta feita pelo Instituto Datafolha para saber se a população acha que ele deve ser preso, diante das denúncias da Lava Jato.

A divulgação desta pesquisa aconteceu um dia depois de o mesmo jornal ter divulgado dados favoráveis ao ex-presidente, em que ele aparece com 36% das intenções de voto na disputa ao Palácio do Planalto em 2018.

"Como eles dizem que eu acabei todo dia, todo dia eles me prendem, todo dia eles arrumam um crime que eu cometi, eles imaginavam que depois da pesquisa, eu iria acabar", disse Lula, durante discurso na abertura do 8º Encontro Nacional do MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), com o tema "Águas para a Vida e não para a Morte".

"Qual não foi a surpresa deles que quando eles pegam o resultado da pesquisa no sábado: eu tinha 35%, o segundo colocado tinha 17%", disse Lula, em referência a Jair Bolsonaro. No cenário com João Doria (PSDB), Lula aparece com 36%, enquanto no cenário com Geraldo Alckmin (PSDB), com 35%.

"E eles sabem que a pesquisa mentiu. Porque tem uma pessoa que eles colocam na pesquisa só para tirar voto meu. Porque eles sabem que eu poderia ter 40%. Aí eles não se conformaram", continuou Lula.

"Hoje eu fiquei estarrecido. A Folha de S.Paulo faz uma pergunta com a seguinte frase: 'olha, você acha que o Lula deve ser preso, em função de todas as denúncias da Lava Jato?' E 56% dizem que eu deveria ser preso", descreveu o ex-presidente.

"Ora, a pergunta não é essa. A pergunta é saber quem é que faz a pergunta da Lava Jato. É a Rede Globo de Televisão", denunciou.

De acordo com Lula, a imprensa, "para evitar" que ele saia candidato, quer "transformar todas as mentiras que contam contra ele em verdade". "Deixa eu dizer uma coisa pra eles. Eu desafio, na frente de vocês, a Polícia Federal, o Ministério Público, a Lava Jato e o [juiz Sergio] Moro a provar o desvio de uma nota de um real", afirmou.

Em sua fala, Lula prometeu novamente democratizar os veículos de comunicação caso vença a eleição. "Eles sabem que a gente vai ganhar. E que a gente vai democratizar os meios de comunicação. E é isso que eles tão com medo", disse. "Quem tem que controlar o rádio é o ouvinte, quem tem que controlar a tv é o telespectador", completou.

Assista aqui à integra do discurso.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

O presidente do PSL, deputado Luciano Bivar
Poder

PSL pode se juntar ao PP

As conversas de fusão do DEM com o PSL estão perdendo força, e Luciano Bivar, presidente da sigla, sentou à mesa com outro cacique da direita: Ciro Nogueira, o poderoso chefão do PP

Ao vivo na TV 247 Youtube 247