Flagrado em megaesquema de corrupção, Flávio Bolsonaro se diz perseguido por causa do pai

Senador grava vídeo em que critica a divulgação de "vazamentos de informações sigilosas" à imprensa e diz que a operação só se deu porque seu pai virou presidente. Ele também rebateu as denúncias sobre seu patrimônio: “Só porque consegui comprar imóveis por um preço bom, estou lavando dinheiro?”

www.brasil247.com - Senador Flávio Bolsonaro
Senador Flávio Bolsonaro (Foto: Reprodução)


247 - Em um vídeo gravado e publicado no Youtube, o senador Flávio Bolsonaro negou nesta quinta-feira 19 as acusações feitas contra ele com base nas investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), que apura a suposta 'rachadinha' em seu gabinete, de quando era deputado estadual na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Flávio reclama do "vazamentos de informações sigilosas", que "prejudicam muito" sua defesa. "Por que traz para a imprensa? Para desgastar minha imagem e óbvio, para prejudicar o presidente Jair Bolsonaro", diz.

Critica o juiz que determinou a ação, segundo ele numa decisão "sem fundamentação" e que atrapalha a vida de "pessoas honestas e inocentes" atingidas pela operação do MP-SP. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O senador diz ainda que a filha do juiz que autorizou a operação, Natália Nicolau, trabalha para o governador do Rio, Wilson Witzel, e insinua que ela seja funcionária fantasma. "Eu ouço falar que ela não aparece muito por lá, não".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Flávio nega ter um patrimônio de R$ 9 milhões e ter lavado dinheiro na loja de chocolates. “Só porque eu consegui comprar imóveis por um preço bom, eu estou lavando dinheiro com imóveis agora? São duas quitinetes que comprei de 29 m² sem vaga na garagem, ‘cacarecada’, lá em Copacabana. Eu comprei de um grupo de investidores americanos que estavam saindo do Brasil e eles me oferecerem três imóveis. Como eu não tinha dinheiro, comprei só dois e óbvio que consegui negociar preço melhor, porque foram dois imóveis do mesmo vendedor”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Passei 16 anos como deputado estadual na Alerj, nunca teve uma vírgula. É só após as eleições de 2018 é que começou o problema todo. Por que será? Ou será coincidência? Qual o fato novo? Jair Bolsonaro ser eleito presidente da República", disparou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email