Florestan: ao emplacar André Mendonça, Bolsonaro deu um passo largo em seu projeto de destruir o STF

Jornalista aponta o risco do ingresso do ex-ministro da Justiça "terrivelmente evangélico" indicado por Bolsonaro para ocupar uma vaga no STF

www.brasil247.com - Florestan Fernandes Júnior e André Mendonça
Florestan Fernandes Júnior e André Mendonça (Foto: Ederson Casartelli/Brasil 247 | Alessandro Dantas/PT no Senado)


247 - O jornalista Florestan Fernandes Júnior apontou em postagem nas redes o risco do ingresso do ex-ministro da Justiça "terrivelmente evangélico" André Mendonça, indicado por Bolsonaro para ocupar uma vaga no STF. 

“Ao emplacar André Mendonça no STF, Bolsonaro deu um passo largo em seu projeto de destruir o STF. E para isso nem precisou de um cabo e um soldado. Apenas de bilhões do dinheiro público, distribuídos aos parlamentares através das emendas do orçamento secreto.”, disse. 


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Saiba mais 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (1°), por 47 votos a 32, o advogado e pastor presbiteriano André Mendonça para ocupar a vaga deixada pelo ministro Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal. A votação superou as previsões de que o indicado poderia passar “raspando”. Ele precisava da maioria absoluta, 41 votos dos 81 senadores.

“Estou muito feliz de estar aqui nesta tribuna neste dia histórico”, disse a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), relatora da indicação. Segundo ela, o processo foi histórico por ter sido a primeira vez que uma mulher relatou uma indicação ao STF. O parecer da parlamentar – antes aprovado na Comissão de Constituição e Justiça – foi francamente favorável ao “terrivelmente evangélico” André Mendonça. Eliziane também é evangélica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em pronunciamento na tribuna, pouco antes do anúncio do resultado pelo presidente Rodrigo Pacheco (PSD-MG), a relatora defendeu enfaticamente a aprovação de André Mendonça. Segundo ela, ficou “muito claro e patente” que o indicado tem todas as “condições técnicas” para ocupar o cargo no STF. “Ninguém pode ser vetado pela sua condição religiosa, como também não é critério para ser indicado ao STF”, pregou Eliziane.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email