Folha de domingo: Dilma vai se aconselhar com Lula

Antes de decidir se demite ou no seu ministro, ela se aconselhar com o antecessor; quem manda, afinal?



247 – A edição da Folha de S. Paulo de domingo informa que a presidente Dilma Rousseff irá escutar a opinião do presidente Lula antes de decidir se demite ou não o ministro Antonio Palocci. Fontes próximas aos dois, no entanto, apontam que ambos consideraram as explicações dadas pelo ministro ao Jornal Nacional “tardias” e “insuficientes”.

Este aconselhamento, no entanto, compromete a imagem de Dilma. Muitos aliados avaliam que a intervenção de Lula no caso foi desastrosa. Há pouco mais de uma semana, ele foi a Brasília e disse que “um Pelé não pode ficar no banco de reservas”, referindo-se a Palocci. Se a Folha estiver correta, Dilma ainda não se libertou completamente da influência de Lula.

O colunista Janio de Freitas, por sua vez, diz que as entrevistas de Palocci deram razão a todos aqueles que consideram imoral sua permanência no governo. Ele argumenta que a única maneira que Palocci teria de provar que não fez tráfico de influência seria apresentar os contratos com seus clientes – justamente o que ele mais esconde.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email