Francischini quis mudar título para governar o DF

Plano foi revelado por araponga Dada em conversa grampeada com contraventor Carlinhos Cachoeira; ele est montando escritrio pra f... o governador, diz o auxiliar ao chefe; t trazendo o ttulo dele para Braslia para ser candidato a governador; T doido?, rebateu Cachoeira

Francischini quis mudar título para governar o DF
Francischini quis mudar título para governar o DF (Foto: Divulgação)

Marco Damani _247 – Está mais fácil entender a ferocidade das críticas do delegado e deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) ao governo do Distrito federal. No início do ano passado, ele planejava transferir seu título eleitoral do Paraná para Brasília, com a intenção de ser candidato ao governo da capital na oposição ao governador Agnelo Queiroz. A troca de domicílio eleitoral não seria novidade para o policial e parlamentar tucano: nascido no Espírito Santo, ele conquistou seu mandato pelo Paraná e, ao que contou o araponga Idalberto Matias Araújo, o Dadá, ao seu chefe Carlinhos Cachoeira, em conversa grampeada pela Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, no início do ano passado, pensava em mudar ainda uma vez.

“Tem uma fala forte aqui que ele (senador Demóstenes Torres) está ajudando o Fraga, esse pessoal, entendeu?”, diz Dadá a Cachoeira. “Quem me falou foi um cara da PF, aquele cara que tá ajudando a gente”. O plano incluiria a montagem de uma estrutura física para planejamento e ação. “É... montando um escritório ai com aquele delegado Francischini para fuder o governador”, frisa o araponga. “E o Francischin tá trazendo – é delegado federal que é deputado – tá trazendo o título dele para Brasília para ser candidato a governador”.

De mirabolante, o plano mereceu uma exclamação e uma interrogação do contraventor Cachoeira, que falava como se fosse consultado a respeito da posição de Demóstenes no caso. “Ah! Tá doido? O Demóstenes num tá entrando nisso não. Vou falar com ele”. Dias atrás, em entrevista coletiva em Curitiba, o deputado Francischini prometeu apresentar provas de arapongagem em Brasília, que teria sido organizada pelo GDF, mas não conseguiu cumprir a promessa.

Abaixo, o documento obtido por 247 com o grampo da conversa entre Dada e Cachoeira:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247